Carcinoma Basocelular Superficial



Ceratoses Actínicas



Acne

Terapia Fotodinâmica

O Câncer de Pele não-melanoma é a malignidade mais comum na população caucasiana e sua incidência tem aumentado cerca de 3 a 8% ao ano desde 1964. Há uma variação geográfica na sua incidência, principalmente devido a diferenças climáticas e ao tipo de pele da população local. Uma vez que o paciente tem diagnosticado um câncer de pele não–melanoma, em cerca de 36,39% das vezes, ele pode vir a desenvolver novas lesões dentro de 1 ano.

A Terapia Fotodinâmica surgiu como uma nova modalidade de tratamento para estas lesões, com o diferencial de ser menos nociva, prática, altamente eficiente e com resultado cosmético superior ao alcançado com as terapias existentes. Ela está indicada no tratamento de Ceratoses Actínicas (lesões pré-malignas, avermelhadas e ásperas nas áreas de pele expostas ao sol), Doença de Bowen (carcinoma espinocelular intra-epidermico), Carcinomas Baso-Celulares superficiais e Nodulares finos e também como prevenção em grupos de alto-risco para o desenvolvimento do câncer de pele, como imunossuprimidos (transplantados, por exemplo) e pacientes que possuem um envelhecimento acentuado com muitas lesões pré-neoplasicas não visíveis ainda.

A Terapia Fotodinâmica consiste na aplicação de um creme fotosensibilizante diretamente sobre a lesão (ALA-ácido amino-levulínico ou MAL- metil aminolevulinato). Este, então, é deixado na pele por cerca de 3 horas (tempo necessário para produção e acúmulo do fotosensilibizante seletivamente pelas células doentes) e após é aplicada uma luz especial, que ativa estes sensibilizantes existentes, resultando na destruição dos tecidos doentes. Para carcinomas são feitas 2 sessões e para ceratoses actínicas o tratamento elimina cerca de 80 a 100% das lesões em apenas 1 aplicação.

As vantagens

Em relação às outras técnicas (cirurgia, crioterapia, imiquimod) são inúmeras e tornam a terapia fotodinâmica um tratamento promissor. Além de ser de fácil aplicação é geralmente bem tolerada e altamente seletiva para as células neoplásicas ou seja, não afeta células normais. A terapia pode ser utilizada com objetivo de prevenção em determinados grupos de alto-risco já que  aborda toda a região fotodanificada e pode ser repetida se necessário. Inclusive, é também indicada em casos de lesões grandes e múltiplas. Possui menos efeitos colaterais em relação aos outros tratamentos, o resultado cosmético é excelente (superior às técnicas convencionais)  melhorando muito a qualidade da pele tratada, é de rápida recuperação, alta satisfação e preferência dos pacientes em vários estudos realizados. A grande vantagem desta técnica é a não-necessidade de cirurgia para os tumores, evitando os riscos e as cicatrizes decorrentes de procedimentos cirurgicos.

Terapia Fotodinâmica no envelhecimento

Está cada vez mais sendo estudada e utilizada hoje a terapia fotodinâmica na dermatologia, e já temos vários trabalhos mostrando também sua utilização no controle de várias outras doenças de pele como acne e no fotorejuvenescimento, pois melhora muito o aspecto de rugas e o envelhecimento como um todo em peles danificadas pelo sol. Além de melhorar significativamente as ceratoses actínicas, melhora as manchas, o aspecto avermelhado da pele, deixa a pele mais homogênea, diminui os vasinhos e reduz as rugas superficiais, levando a um ótimo rejuvenescimento.

Localização e Contatos

Rua Bento Gonçalves, 2125 Sala 302
Centro Caxias do Sul - RS
Clique aqui para visualizar o mapa.

Fone: (54) 3214-2909


A Clínica fica na Rua Bento Gonçalves, 2125 Sala 302 Centro Caxias do Sul - RS        Entre em contato pelo fone: (54) 3214-2909        ©Todos os direitos reservados Dra. Fernanda Fachinello CodeBrasil